quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Pop deprê

Tirem o Instagram da Madonna

Acreditem: essa é a Madonna, de palhaça, no Halloween.

Madonna ficou meio boba. Eu sei, pareço louco escrevendo isso. Quem me conhece sabe que admiro e estudo essa mulher desde a adolescência. Mas a rainha do pop é mais uma vítima da imbecilização provocada pelas redes sociais.

Assim como milhares de fãs, estava acostumado com Madonna lançando discos e clipes maravilhosos, fazendo turnês fantásticas, sendo incrível e quase intocável. Seu contato com o mundo e a imprensa, na minha cabeça, era mediado por uma assessoria competente, à sua altura. Só que não.

Alguém tira o Instagram da Madonna? A conta da cantora na rede é uma bagunça. Fotos embaçadas, frases bestas, exposição desnecessária da família e prova de que a mulher já teve dias mais produtivos e ocupados.

Por outro lado, Madonna está feliz. Genuinamente. As postagens soam tão tolas quanto sinceras. Tem a Madonna de palhaça, a Madonna zoando os próprios filhos, a Madonna em festas com os amigos, a Madonna bem-vestida, a Madonna malvestida, a Madonna feia, a Madonna bonita, a Madonna espirituosa (sim, algumas postagens se salvam), a Madonna batendo boca com internautas (às vezes, ela esquece que é a Madonna), a Madonna sem maquiagem, a Madonna sem foco, a Madonna em HD, a Madonna de tudo que é jeito, com e sem filtro.

No Insta, Madonna sabe ser linda, quando quer.

Não sei quando teremos um novo disco ou turnê (o último, Rebel Heart, é de 2015), mas a Madonna anda serena, com um sorriso típico de quem já faturou um bilhão, ajuda a salvar a África e tá andando pro resto. Diferente de outras aí que, vira e mexe, revelam ser um poço cada vez mais fundo de problemas, a despeito dos perfis irretocáveis na internet. Adele? Sempre digo: de tão chata, nem ela se aguenta. Em recente entrevista para a revista Vanity Fair, a fofinha revelou que já teve depressão e que odeia fazer shows, não quer mais aplausos, só quer filhos. Em uma palavra? Problemática.

Lady Gaga lançou disco novo, meio country, dividiu a base de fãs com a mudança de estilo e soltou na mídia que também é deprê. A tresloucada surgiu em 2008, com um quê de revolucionária, é talentosa, mas logo foi se apagando até se tornar confusa. Quando está no palco, não consegue disfarçar a melancolia por ter se tornado escrava da indústria, monstro que alimentou, e agora agoniza para tentar se desvencilhar de seus tentáculos. Em resumo: problemática.

Britney Spears é o melhor exemplo de como é possível ser decadente com pose. Não emplaca mais nada, não influencia mais ninguém, não consegue se virar nem com o videoclipe, plataforma que dominava. Faz show em Las Vegas e mantém o status de diva adolescente que teria dado a volta por cima, após anos drogada e perseguida pelos paparazzi. De certa forma, deu. Emagreceu e cria os filhos com dignidade. Artisticamente, no entanto, definhou. A voz piorou. Não dança com o vigor de outrora. Esticou a boca até o limite do ridículo. E o último CD, apesar de uma ou outra faixa interessante, fracassou. Detalhe: Britney age como um robô sob os holofotes, sendo obrigada a se apresentar, a dar entrevistas (constrangedoras), a fingir que canta. Seu nome, afinal, ainda rende uns trocados aos empresários e à família que controlam sua carreira. De novo: problemática.

Entre as mais jovens, vamos lá: Selena Gomez se internou em uma clínica de reabilitação. Ariana Grande, após um começo promissor, agora faz a piranha, cantando uma música sobre transar até não conseguir mais andar. Beyoncè grita independência, mas é submissa ao marido. E Rihanna é muito louca pro meu gosto.

Madonna em montagem com Hillary no Instagram: apoio.

Você pode achar que este texto é uma maneira disfarçada de confirmar o que friso com frequência, que a Madonna é superior a qualquer candidata ao estrelato supremo. Pois deixa eu te dizer uma coisa: é exatamente isso. Por mais que a veja hoje como um ser humano sujeito às mesmas idiotices nossas, não tem jeito: tá ali, num nível acima, rindo de si mesma, gozando do que já conquistou, do nome intocável que construiu, sem se afundar nessa teia de embaraços que engole as demais. Nunca vi Madonna drogada, caindo de bêbada. Nunca vi Madonna deprimida. Nunca vi Madonna fazer um show ruim. Nunca vi Madonna reclamona. Nunca vi Madonna numa entrevista tosca. Nunca vi Madonna decadente. As vendas diminuíram, é verdade, mas me refiro à decadência moral, pessoal e artística. NUNCA. 

Que me desculpem os admiradores das outras divas. Admiro muitas delas, em algum nível. Mas é fato: Madonna, QUASE SESSENTONA, depois de revolucionar o pop e as polêmicas por mais de três décadas, continua em voga, continua digna, continua moderna e, acima de tudo, íntegra. O trono dela, ainda que seu Instagram seja todo errado, jamais será de outra. Aceitem. Mas, por favor...alguém tira o Instagram da Madonna? Melhor: tira não! Mudei de ideia. Morro de dó, mas me divirto.

8 comentários:

  1. Só li verdades. rsrsrs

    Difíceis de aceitar, sim, mas só verdades. Sobre todas elas. Complicado DEMAIS equilibrar todos esses pratos (fãs, indústria, redes sociais, gravadora, tendências, vendas, vida pessoal exposta na dose certa etc.), mas Madonna, definitivamente, ainda é o melhor exemplo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, isso vindo do maior fã da Britneu que eu conheço realmente surpreende, rsrs. Tenho certeza de que entendeu as minhas colocações. Até porque, Matheus, você sabe que já fui fanzão da Brit e continuo torcendo por uma (improvável) reviravolta. Abraço!

      Excluir
  2. hahahahaha
    Dá uma certa vergonha alheia, sim, ver certas imagens nesse instagram. Tudo bem que Madonna não precisa disso, mas, fala sério, é uma maneira de estar ali, em evidência, lembrando que ela é a Madonna.
    Bjs!!! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, Lucimara. Concordo que ela não precisa mesmo. Mas, como você ponderou, o Insta é uma plataforma que serve pra lembrar o mundo sobre quem é a Madonna, diva maior do pop. Pena que ela, muitas vezes, se esquece disso e passa a se comportar como cantora funk, rsrsrs. Beijão pra você.

      Excluir
  3. Ola meu querido, saudade enorme de voce! è sempre muito bom estar aqui, olha sei que sou suspeita em dizer isso, mas Madonna é Madonna e o restante... apenas meros mortais... E quanto ao Insta dessa diva perfeita, bem... acho que esta legal,nada a reclamar (ponto de vista meu) afinal existem piores ne kkkk!!! enfim, nos seres humanos, as vezes somos normais e ate extrapolamos conforme nossos momentos!!! Ai que saudade de vc e Marilia !!!!Abração enorme, apertadaoo! bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elaine! Amo a Madonna, mas o Insta dela, às vezes, dá vergonha alheia. Não acho isso de todo ruim, como eu disse. Mostra que ela é humana e não liga mais para a construção de uma imagem intocável, o que é bom. Enfim, mesmo quando é meio tosquinha nas fotos, a Madonna continua uma artista e uma mulher acima da média, com perspicácia, inteligência e obra invejáveis. Beijão pra vc, pra família, e apareçam!

      Excluir
  4. Nossa amigo, dia desses estava eu pensando justamente sobre isso. Me lembrando de quando o único acesso que tínhamos à Rainha era apenas uma fita VHS e a ansiedade de estrear um novo vídeo-clipe, e olha que a grande maioria das pessoas não tinha tv a cabo, pedíamos para o amigo, vizinho ou parente que tivesse gravar na fita para nós....kkkkkkk...lembra disso ??!!! Bons tempos né? Até mesmo com a chegada do Youtube, ainda existia aquele fio de emoção em ver a gravação de algum fã em estreia de uma nova tour, o caso da SST, onde víamos Madonna ainda através das redes sociais dos outros.
    Mas, esta ERA chegou, aí está ela, se "amostrando" para o mundo de todas as formas, bem longe do que imaginávamos anos atrás com nossas fitinhas VHS né? Pois bem, se essa é a "única" forma de estarmos por dentro, que seja , ainda que cause vergonha alheia algumas vezes....kkkk
    Saudades de você...... de falar sobre e ver Madonna com você.....bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fá, acredita que ainda tenho as fitas vhs? rsrsrs
      Sim, vivemos numa outra era, bem longe das aguardadas estreias dos clipes no "Fantástico". Madonna está tentando se adaptar do melhor jeito. E nós, fãs, também. Saudades de ver os clipes cafonas dos anos 80 e 90 com você, pra dar risada. Não me refiro aos da Madonna, claro, rsrsrs. Beijos.

      Excluir