terça-feira, 12 de junho de 2012

PQP

Vai à m....!




















Neste Dia dos Namorados, queria mandar todo mundo à m..... Isso mesmo, À M....! A palhaçada começou no Facebook, bombando de recadinhos apaixonados intragáveis. Os sozinhos também resolveram apelar. Uma facer postou o seguinte: 
"Uma aluninha minha me pergunta:
- Tia Paula, a senhora tem namorado?
- Não!
- Tia Paula, e marido?
- Não.
- Vixe, num tem nada, hein!
 #mexeu com meu psicológio".
Aluninha, titia, todo mundo, me façam um favor: vão à m....!
Um outro facer consegiu ser pior. Parabenizou os comprometidos e também os solteiros, arrematando com a seguinte pérola: "A tampa da panela, um dia, vai aparecer!". E se não aparecer, eu faço o quê? Me mato? Panela sem tampa é a tua mãe! Vai à m....!
Mas teve quem se salvou. Li um pensamento de Oscar Wilde que vale a reprise. Anota aí: "Cada um dá o que tem no coração. E recebe com o coração que tem". Valeu. O meu, neste momento, está de cara feia e não recebe nada, até segunda ordem.
O melhor, e mais óbvio, veio de um querido lá de Araçatuba (oi, Lê!): "Me ame quando eu menos merecer, pois é quando eu mais preciso". Pura verdade!
Muitos, porém, caem na armadilha de acreditar que a vida só dá certo quando estamos namorando. Uma colega mais espirituosa resolveu tirar sarro da situação e trocou o status de solteira para "à espera de um milagre". Ri quilos.
Há, claro, quem aposte em simpatias para segurar a pessoa amada. Este foi o filé de hoje no programa da Ana Maria Brega. Uma delas é quebrar um ovo em um copo de água e deixar a mistura posar no sereno. Ahã, senta lá, Cláudia!
O verdadeiro teste de paciência é mesmo ver tanta gente com essa necessidade besta de estampar seu amor na net, numa tentativa mais besta ainda de mostrar como o coração anda bem, como a vida tá gostosa e completa. Para mim, a lógica é a seguinte: quanto mais publicidade, menos me convence.  
Pelo amor de Deus, preservem-se! O mundo é mau e invejoso. Eu, não. Estou só de mau humor. Tô cheio de amor para dar, na hora que eu quiser. Sugestão de filme para o 12 de junho? "Eu odeio o Dia dos Namorados", lógico. Cata o trailler aqui. E antes que eu me esqueça, vai à m....!

11 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk rachei.

    Meu lindo, sorriso mais adorável de Ribeirão e adjacências...olha, fica assim não, véi...na boa...olha só: mandei um testamento pro meu Mozão (marido) hoje e ele me respondeu com um "Eu também, bjs". Fala sériooooo, se ele não ficar esperto vai dormir na sala hoje. Ah...e fora que tô esperando um email ou uma ligação de uma pessoa hoje e até o presente momento, 12:15, nem sinal daquela múmia. Enfim, de um jeito ou de outro, o amor é sempre prego no angu. Ah nemmmm, acho que vou me matar. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Beijo, trem lindo. E vai a m....vc também, viu? rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Você esqueceu de uma..."Se eu não passo o Dia de Finados com um defunto, por que vou passar o Dia dos Namorados com um namorado?".rs
    Olha, recebi um montão de "feliz dia dos namorados", mas não notei diferença alguma. Acordei do mesmo jeito, a terça-feira é a mesma e nada mudou.
    Enquanto não caem corações do céu, vou "catar" o trailler do filme que você sugeriu porque fiquei curiosa.
    Vou mandar chocolate suíço pra vc. Garaaanto que a irritação passa!rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, rachei também, Maria Tereza. Tô rindo até agora do teu comentário. "Múmia", "prego no angu" e "dormir na sala" foram o máximo! Você conseguiu ser mais cortante que eu! Vamos todos à m.... que tudo vai ficar melhor, rsrsrs. Beijão, mulher-maravilha!

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    Lu, o filme é muito bom e tem uma mensagem bonitinha: temos o controle de tudo, inclusive da felicidade, até que a gente se apaixona... E ser feliz com os altos e baixos do amor e da paixão é um desafio e tanto. Mas vale muito a pena ver! Bjos.

    ResponderExcluir
  4. hahaha

    mas esse filme é uma fofura, Zivi!

    ResponderExcluir
  5. É, sim, Lívia. Ele começa tirando o maior sarro dos namoros, mas depois conclui que a vida sem amor fica um pouco sem sal. Como eu: mostro os dentes, depois amanso, hehe. Bjão!

    ResponderExcluir
  6. Coração de cara feia? Tô sabendo disso não rsrs. Vá à merda! - adoro falar isso. ;)

    ResponderExcluir
  7. Kkkkkkk. Foi só no dia, por motivos específicos, Má. Do resto, não posso reclamar.

    ResponderExcluir
  8. me gusto la dinámica de tu blog, interesante, un abrazo desde Chile :)

    ResponderExcluir
  9. Obrigado, Renato! Volte sempre. Muito honrado. Abraço.

    ResponderExcluir
  10. Diante do fato de o seu personagem ser muito bem interpretado, quem não te conhece que te compra, Rodrigo.

    Eu faço parte do rol dos declarantes públicos do amor, até pelo meu histórico paupérrimo de motivos pra isso. Pra mim é como ir á Disney pela primeira vez. É claro que eu vou aproveitar e tira foto com o Mickey e ainda postar na capa do meu facebook.

    É como dizia minha saudosa vozinha. O urso, quando não conhece mel, quando come pela primeira vez, se lambuza.

    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá bom, Ricardo, eu te dou um desconto, levando em consideração o teu histórico e conhecendo bem a Ju. Em vcs eu até acredito. Mas na maioria, meu amigo, me desculpa. Começou a postar muita foto no Face, pra mim, é o começo do fim. Ou prova da máxima insegurança. Bjo nos dois.

      Excluir